Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Se a inês sabe disto

Hoje há pizza de borla no Porto!

 

pizza-napolitana-2.jpg

Quem mora no Porto, arredores ou está pela Invicta de passagem, o melhor é correr daqui a nada para a Praça dos Leões onde, entre as 11:00 e as 20:00, serão distribuídas gratuitamente fatias de pizza napolitana. Tudo porque hoje celebra-se o Dia Internacional do Pizzaiolo, actividade declarada pela UNESCO como Património Cultural Imaterial da Humanidade. E no local da festa já está tudo a postos...um forno de lenha e uma banca onde a “Selecção Portuguesa de Pizzaiolos” (que se sagrou campeã em 2017, numa competição que decorreu em Nápoles) dará o melhor para que este evento sirva de "empurrão" à certificação das pizzarias que em Portugal já cumprem os requisitos necessários para serem consideradas "Pizzaria com Arte Napolitana". Também haverá bebidas (mas essas serão pagas) e música tradicional italiana.

Este evento é organizado pela Associazione Pizzaiuoli Napoletani em Portugalliderada por Michele Mezzero, e pela ASCIP Dante Aligheri, uma entidade fundada pelo General Angelo Arena, que se dedica à difusão da língua e cultura transalpina. Já agora, se quiserem saber mais detalhes sobre esta arte da cozinha italiana e quais os restaurantes aprovados em Portugal por esta entidade, passem pelo site da AVPN. 

 

SUP, uma paixão!

ericeirasup_3.png

O meu primeiro contacto com esta modalidade já foi há algum tempo, a propósito de um evento que organizei em parceria com a escola Ericeira Sup. É cada vez mais frequente vermos praticantes de Stand Up Paddle (SUP) nas praias e rios, e há muito que esta modalidade deixou para trás o conceito de desporto da moda. Veio para ficar, e tanto especialistas na área como praticantes, dão provas concretas de que a mente, a força, o equilíbrio, os abdominais e os braços são rigorosamente trabalhados através desta prática desportiva. Por cá, na Ericeira, temos ainda o privilégio acrescido de contemplar as nossas maravilhosas praias e paisagem natural circundante deste cantinho que é também Reserva Mundial de Surf. Assistir ao pôr-do-sol, rodeado por uma paisagem magnífica e uma paz imensa a fazer-lhe companhia, acreditem, transforma-se num momento inesquecível de rara beleza. 

E desenganem-se se pensam que para praticar SUP têm de ser atletas. Para subir a uma prancha basta ter espírito aventureiro e pouco mais! Neste desporto ninguém fica de fora: mulheres, homens e crianças, mesmo sem qualquer preparação física, estão, à partida, aptos a praticá-lo. No entanto, como em qualquer outra modalidade, também o SUP não dispensa todas as normas essenciais de segurança. Por isso, se tiverem alguma dúvida a este respeito convém esclarecer atempadamente com a Ericeira SUP, que irá certamente esclarecer todas as questões. 

Michel Amaro, o criador do projecto, é licenciado em Educação Física na área do treino desportivo, condição física e tempos livres. Praticante de Surf há 38 anos e de Stand Up Paddle há 14 anos, foi juiz de surf internacional durante 20 anos. É instrutor de Surf e SUP e treinador de Surf reconhecido pela Federação Portuguesa de Surf...Estará, por isso, em muito boas “mãos”. Para quem se estreia na modalidade fiquem a saber que na primeira aula os instrutores vão ensinar-lhe as técnicas básicas do SUP, que lhe permitirão usufruir ao máximo desta experiência no futuro, em segurança. 

Visitem o site Ericeira SUP e conheçam mais detalhes sobre a escola e o que nela poderão fazer e aprender. Deixo-vos com algumas fotos retiradas do site...E fiquem atentos! Em breve voltamos a falar sobre este tema . O blog vai promover um passatempo relacionado com a modalidade. 

1479517_956039557797536_7826651418500345623_n.jpg

12799317_943071382427687_4015754787270705876_n.jpg

17951547_1277161569018665_5972399896521014955_n.jp

17992259_1277161599018662_584715562629647609_n.jpg

18010278_1273638496037639_3700184869444217736_n.jp

18010559_1277161612351994_931513038199649728_n.jpg

18033543_1277161649018657_7070014285143680885_n.jp

18057923_1282045331863622_5553025332564562115_n.jp

 

c7d7ed_4ea9fa56544545a2b70513f9cfe27958.png

c7d7ed_6f45aa44360b4135895b3b62c8bc34a7.png

c7d7ed_7a6a166c023042c4aacb098ee7cb0d57.png

c7d7ed_7ad8d85882f740d6b44ca0c95d534c00.png

c7d7ed_17b5b11dad4440498ca9bb5d781657d5.png

c7d7ed_c6d2924d97774dc1aa18ddf7b7eaf348.png

c7d7ed_e50ba2cb13f04a06bad7390a62e64daa.png

 

 

Resistem a esta proposta?

 

regresso_ao_palácio.jpg

 

 

Após uma ausência imposta pelo facto chocante de um dia não ter mais de 24 horas, cá estou de regresso ao blog. E agora... daqui ninguém me tira! Passei alguns dias a pensar em qual seria o melhor post para marcar este retorno às lides bloguísticas e a resposta chegou inesperadamente ontem à noite. Fui convidada para assistir à apresentação à imprensa do espectáculo "Regresso ao Palácio - A Viagem Concerto", um concerto virtual de video mapping projectado nas fachadas de um dos monumentos mais emblemáticos do nosso país...o Palácio de Queluz. E a decisão sobre o post de regresso ficou decidida nos primeiros cinco minutos daquela viagem fantástica. Para começar, e para quem não está bem por dentro do que consiste o video mapping, cliquem aqui. Quanto ao espectáculo, uma criação original e produção do ateliê OCUBO, foi concebido como forma de assinalar a conclusão da primeira grande campanha das obras de restauro do Palácio, que devolveram a este monumento a sua cor original, o azul. 

Garanto-vos que vale a pena desafiar a temperatura, deixar um bocadinho a preguiça de lado e permitir que a magia deste concerto nos deixe a alma quentinha ao som de temas de Handel, Bocherini e Mozart, tocados pela Orquestra Divino Sospiro. Foram mais de 20 músicos e outras personagens de uma história que nos transporta para o século XVIII, filmados em estúdio e agora projectados virtualmente na fachada do palácio, inseridos em animações 2D e 3D, sincronizadas com música. É uma oportunidade única para ver elementos do património artístico, histórico e decorativo do palácio em animações fantásticas e surrealistas em que os tectos, tapeçarias e porcelanas ganham vida de uma forma mágica e poética. Uma projecção feita ao longo de 200 metros de fachada, complementada com uma projecção 360º na estátua de D- Maria I. 

Por isso, peguem no vosso melhor agasalho, num gorro e numas luvas, e façam-se à estrada rumo ao Palácio de Queluz. A partir de hoje e até ao próximo domingo, dia 22 de Janeiro, às 19:00, 21:00 e 22:30 a entrada é livre e todos vão poder assistir ao "Regresso ao Palácio- A Viagem Concerto". Saibam que nos dias do espectáculo a Avenida Engº Duarte Pacheco estará encerrada ao trânsito entre as 17:45 e as 23:30. Deixo-vos com um vídeo do antes e depois das obras de restauro...

 

 

 

 

 

Agradecimentos: Parques de Sintra - Monte da Lua, Ateliê OCUBO e Media Consulting

 

 

 

 

 

 

Quando nos apaixonamos por um gel!

 

cattier.jpg

 

Raramente dou a minha opinião sobre produtos de beleza e o motivo é muito simples...sou uma preguiçosa em relação ao tratamento da pele e nunca tenho grandes novidades a contar a respeito deste tema. Acontece que há 2 semanas fui ao Celeiro comprar um champô e dei de caras com este frasquinho que vêem na imagem. Chamou-me a atenção, em primeiro lugar, porque me parecia, pela embalagem, um serum reparador de cabelo. E nessa área já sou bem mais empenhada! Afinal, era um gel purificante para a face, indicado para peles oleosas com imperfeições. Não é que a minha pele seja demasiado oleosa, mas como tinha algumas manchas castanhas do sol, que decidiram instalar-se confortavelmente na minha cara há uns anos, decidi trazer e experimentar. 

Nesse dia à noite apliquei então este gel da Cattier, depois de ter lavado a cara. Adorei logo o facto da absorção ser imediata. Confesso, no entanto, que senti a pele a repuxar ligeiramente. Mas esperei um pouco e essa sensação passou. Adoptei este ritual ao longo de duas semanas, de manhã e à noite. E antes de fazer este post perguntei a três pessoas diferentes, que lidam comigo diariamente e que nunca usam filtros para opinar, se também achavam que, além da minha pele estar com um aspecto muito mais uniforme, as manchas castanhas atenuaram bastante. Como a opinião foi unânime, decidi partilhar convosco no blog

O preço é bastante acessível, €8,35 por uma embalagem de 50 ml, 99% dos ingredientes são de origem natural, 17% dos quais provenientes da agricultura biológica. De salientar ainda que notei uma diferença muito grande (para melhor, claro) na duração da maquilhagem, sempre que aplico este gel antes da base. 

Fica a dica!

 

Patrícia Teixeira

Edmundo Gonçalves

Want - Loja Online de Vestuário