Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se a inês sabe disto

Saiba que talvez nunca tenha provado wasabi verdadeiro

 

FO213_Wasabi.jpg

 

Não fosse eu uma assumidíssima viciada em sushi, cá estou mais uma vez para falar sobre o assunto. Hoje, não exactamente da iguaria japonesa, mas daquele ingrediente verde e muito picante, que pelo menos no meu caso, é usado em quantidades industriais para barrar cada peça de sushi ou sashimi. Falo-vos do wasabi. Descobri há dias que existem sérias probabilidades de nunca termos provado o verdadeiro wasabi. Pelo menos na maioria dos restaurantes que frequentamos. Passo a explicar…

O wasabi vem da raiz wasabia japonica ralada que, para começar, é extremamente cara. Por exigir um processo de cultivo bastante complexo, o custo de cada quilo desta raiz ronda os 120 euros. E para que o crescimento da wasabia japonica seja perfeito, é necessário que o local onde é plantada se mantenha sempre a uma temperatura baixa, com luz e sombra numa quantidade muito específica e a rega seja feita com água morna. Depois, é "só" esperar entre 18 a 24 meses para que se possa realizar a colheita. Como se não bastasse, na fase posterior, o verdadeiro wasabi deve ser feito em raladores orgânicos, preferencialmente com lixas de barbatanas de tubarão, para que não ocorra a oxidação do alimento. E mais...deve ser consumido até 15 minutos após a sua preparação, o que torna obviamente inviável o seu consumo na maioria dos restaurantes. Para que conste, até no Japão é praticamente impossível usufruir do verdadeiro wasabi. Mas se por cá existe algum restaurante que o faça, por favor acuse-se para que eu possa divulgar a boa notícia aqui no blog.

real-fresh-wasabi-38.jpg

Wasabi.jpg

 

ralador-bg.jpg

 

Assim sendo, a pergunta que se impõe é o que estamos realmente a comer quando nos é servido wasabi nos restaurantes japoneses? A maioria, aquele que é mais vendido em todo o mundo, não é mais do que uma pasta feita com uma mistura de água, rabanete branco, mostarda e corantes alimentares. Em alguns casos, com uma pequena pitada da planta real, a wasabia japónica. Como diria o outro...há males piores!