Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se a inês sabe disto

Quando um não é um nim

proxy.jfif

 

 

Confesso que não sou poliglota por aí além, sei castelhano que baste para não ficar mal visto em Espanha e francês e inglês que me permitem manter uma conversação normal.

Mas sei cada vez menos português!

Quando eu era miúdo e os meus pais ou avós me diziam "NÃO", aquilo queria dizer apenas e só simplesmente não.

Não, era não e pronto!

Depois vieram os tipos que fazem as leis e a carrada deles que as interpreta (e que comem todos da mesma gamela) e hoje um não, que a maior parte das vezes já é um "NIM", corre o sério risco de ser um "SIM".

Para que conste, eu prefiro o tempo em que era miúdo.

 

Publicado originalmente aqui.