Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SE A INÊS SABE DISTO!

SE A INÊS SABE DISTO!

28 de Junho, 2018

Diz que o futebol dá cabo da saúde

Edmundo Gonçalves

É fundamental que tenha práticas saudáveis e equilibradas, no que toca à atividade física e à alimentação, para evitar quaisquer complicações cardiovasculares. Conheça as recomendações difundidas pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

 

Maradona é um exemplo disso mesmo, descontados até os excessos ainda enquanto praticante da modalidade, já que por várias vezes se tem ido abaixo durante os jogos da sua "alvi-celeste", sendo a última vez no recente jogo que definiu o apuramento para os oitavos do Mundial da Rússia. 

Também neste campeonato do Mundo, um ex-jogador egípcio e comentador televisivo, faleceu vítima de ataque cardíaco, durante a transmissão de um jogo.

Se pensam que isto é cómico, a Fundação Portuguesa de Cardiologia não pensa da mesma forma e tem até uma série de recomendações para assistir aos jogos de futebol. Ora como Sábado vamos assistir a um jogo de "mata-mata", nada melhor que tomarem conhecimento dessas recomendações, para não serem surpreendidos por algum precalço de origem cardíaca ou vascular.

A evitar:

- Consumo excessivo de alimentos processados, gorduras, açúcar, sal, carne e derivados, fritos e alimentos e bebidas ricos em açúcar (hamburgers, batatas fritas, torresmos, rissóis, croquetes e chamuças, cerveja e colas).

- O churrasquinho, se for de carnes vermelhas (portanto nada de febras grelhadas!).

- Os queijos, os produtos de pastelaria e charcutaria (aquele serra amanteigado, os folhados e os enchidos, o presunto). 

A abusar:

- Fruta, vegetais e leguminosas;

- Fibras, hidratos de carbono complexos, vitaminas, minerais e anti-oxidantes;

Em bom rigor, estas serão recomendações para o dia-a-dia e que deveriam ser seguidas por todos, os que adoram futebol e os que lhe são indiferentes.

Assim sendo, façam o que diz a FPC sempre que puderem, a vossa saúde agradece, mas em dia de bola, ainda que as estatísticas sejam esclarecedoras (aumento de AVC's, ataques cardíacos e enfartes na ordem dos 4 a 6%), mandem às urtigas as recomendações e divirtam-se, mesmo se esse divertimento incluir um belo churrasco, ou uns acepipes e umas jolas.

E não preste demasiada atenção à selecção, aquele futebolzinho praticado, isso sim, pode dar cabo do coração de qualquer um. Extravase sempre que haja um golo e nos entretantos coma e beba. Tenha alguma contenção, com a míngua de golos a que nos habituaram, vai beber e comer muito. Relaxe, depois compensa com uma volta ao quarteirão, de bandeira nacional desfraldada, para comemorar a vitória.

Trate da sua saúde e que viva Portugal!

 

13 de Junho, 2018

Histórico

Edmundo Gonçalves

Kim Jong-un defende que desnuclearização depende do fim do antagonismo

 

Pode durar pouco tempo, que os protagonistas não são muito de levar a sério, mas o acordo a que chegaram ontem a Coreia do Norte e os Estados Unidos da América, pode ser o balão de oxigénio para aqueles que vêm lutando contra o escalar da violência armada.

Completa desnuclearização da península coreana, a troca de prisioneiros e relações que promovam a paz  e a prosperidade não só na península coreana como no mundo.  Este é o resumo do acordo. Pode parecer simples, contudo por vezes as coisas mais simples, desbloqueiam os imbróglios mais compelxos. E esta era uma bota muito difícil de descalçar, por tudo, mas principalmente pela intransigência de ambas as partes. Escrevi aqui há tempos que o objectivo de Kim era esticar a corda até obter o que efectivamente pretendia. Parece ter conseguido, a ver pelo texto que transcrevo a seguir, a versão final do acordo:

"O Presidente Donald Trump dos Estados Unidos da América e o Chairman Kim Jong Un da Comissão de Assuntos de Estado da República Popular Democrática da Coreia do Norte (DPRK) conduziram a primeira e histórica cimeira em Singapura a 12 de junho de 2018.

O Presidente Trump e o Chairman Kim Jong Un conduziram uma troca de opiniões abrangente, profunda e sincera sobre temas relacionados com o estabelecimento de novas relações entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, e a construção de uma paz duradoura e robusta na península coreana. O Presidente Trump comprometeu-se a dar garantias de segurança à Coreia do Norte, e o Chairman Kim Jong Un reafirmou o seu compromisso inabalável para a completa desnuclearização da península coreana.

Crentes de que o estabelecimento de novas relações EUA-DPRK vai contribuir para a paz e prosperidade da península coreana, o Presidente Trump e o Chairman Kim Jong Un declaram o seguinte:

1. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte comprometem-se a estabelecer novas relações EUA-DPRK de acordo com os desejos do povo dos dois países para a paz e prosperidade.

2. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte vão unir esforços para construir um regime de paz duradouro e estável na península coreana.

3. Reafirmando a declaração de Panmunjom 2018, de 27 de abril, a Coreia do Norte compromete-se a trabalhar no sentido da completa desnuclearização da península coreana. 

4. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte comprometem-se a recuperar os prisioneiros de guerra e soldados desaparecidos, incluindo a repatriação daqueles já identificados.

Tendo reconhecido que a cimeira EUA-DPRK — a primeira na história — foi um evento histórico de grande significado para ultrapassar décadas de tensão e hostilidade entre os dois países e para o início de um novo futuro, o Presidente Trump e o Chairman Kim Jong Un comprometem-se a implementar o estipulado nesta declaração conjunta de forma total e eficiente. Os estados Unidos e a DPRK comprometem-se a continuar as negociações, lideradas pelo secretário de Estado Mike Pompeo e um oficial de alto escalão da DPRK, o mais brevemente possível, para implementar o acordado na cimeira EUA-DPRK. 

O Presidente Donald J. Trump dos Estados Unidos da América e o Chairman Kim Jong Un da Comissão de Assuntos de Estado da República Popular Democrática da Coreia do Norte comprometem-se a cooperar para o desenvolvimento de novas relações EUA-DPRK para a promoção da paz, prosperidade e segurança da península coreana e do mundo.

Junho 12, 2018

Ilha de Sentosa

Singapura"

O sublinhado é meu e parece-me a questão mais importante saída desta cimeira, após mais de 70 anos de costas voltadas, na sequência da guerra da Coreia.

Agora e durante a príxima dezena de anos, provavelmente (desejavelmente direi eu) viver-se-á um clima de paz na região. O que se deseja é que seja extensível a outras zonas do globo.

01 de Junho, 2018

Caracoles!

Edmundo Gonçalves

caracol.jpg

 

 

Bom, se continua sem absolutamente nada para fazer no fim de semana de 8 a 10 de Junho e não quer ou não pode aproveitar a sugestão de sushi e arinto, que tal uma voltinha até Tomar e saborear uns caracóis, confeccionados das mais diversas maneiras e feitios? Vá, que não se arrependerá. Aproveite e visite os locais históricos e os aprazíveis, que os há por ali e bem bonitos e para descansar, ao final do dia, deguste uns gastrópodes, na Associação os 4 Unidos, em S. Miguel, Madalena.

Este vosso amigo é um dos elementos da competente equipa que estará à sua disposição, para que saia da sala com o rei na barriga.

Uma última sugestão: Tal como os caracóis, não tenha pressa, vá devagar.

 

 

Nota: A foto é da Sónia Gaspar, obtida com o telefone, foi o que se pôde arranjar, mas foi com imensa vontade.