Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Se a inês sabe disto

Vamos cozinhar como os melhores chefs do Mundo!

22788692_492602837793511_2463030635093714886_n.jpg

Ontem estive presente no lançamento oficial do novo Cook Book. Para quem não sabe, trata-se de um livro de receitas que reúne as especialidades de 150 hotéis membros da cadeia Small Luxury Hotels (SLH). E imaginem só que, neste fim de tarde, tivemos o privilégio de saborear iguarias que nos fizeram viajar por sabores incomparáveis, quase indescritíveis, confeccionadas pelos chefs representantes dos hotéis de Portugal. No evento esteve também presente o CEO da SLH, Mr. Filip Boyen, que fez questão de enaltecer as infindáveis qualidades da gastronomia portuguesa. 

Vai daí, pensei que seria interessante publicar todas as semanas uma das receitas que fazem parte deste segundo volume do livro "The Small Luxury CookBook", incluíndo as iguarias de todos os países. Conversei com alguns chefs de cozinha presentes no evento que me asseguraram que nenhuma destas receitas é tão difícil de confeccionar como parece. Eu desconfio que, por muito que tentemos, como se costuma dizer, cada macaco no seu galho. E a nossa incursão por estas receitas que exigem muita técnica e sabedoria, irão talvez ficar um pouco aquém das expectactivas para quem teve o privilégio de saboreá-las feitas pelos mestres. De qualquer forma, não custa tentar. E vamos então estrear-nos com uma das receitas preparadas pelo chef Luís Rodrigues, do Pestana Pousada de Lisboa (onde decorreu o evento). Se quiserem encomendar o livro visitem este site

 

22687725_492605514459910_1911269483353469317_n.jpg

 

Tatakide atum com amendoim Kaffir, limão e abacate

 

Ingredientes (para 4 pessoas)

500 gr de atum rabilho

óleo de sésamo

pepino

1 colher de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de molho de soja

1 abacate

sumo de limão kaffir

meia cebola vermelha picada

25 gr de coentros

10 gr de amendoins

 

Para o molho

100 gr de tomate cherry

pimenta

meia cebola vermelha pequena

25 gr de coentros

30 gr de gengibre

1 dente de alho

1 colher de sopa de mel

1 colher de molho de pimentão doce

1 colher de sopa de azeite

sumo de um limão kaffir

 

Modo de preparação

Corte o pepino em fatias muito finas e deixe-as a demolhar um pouco no óleo de sésamo, num fio de molho de soja e junte as sementes de sésamo, sal e pimenta. Misture o abacate descascado, o sumo de limão, a cebola vermelha, os coentros, o sal e a pimenta num misturador até ficar com a consistência de um puré. Toste os amendoins numa panela ou frigideira bem quente e esmague-os. 

Salteie os tomates cherry para o molho. Pique finamente a pimenta, a cebola vermelha, os coentros, o gengibre e o alho. Adicione o mel, o molho de pimentão doce, o azeite e o sumo do limão. Tempere com sal e pimenta. Salteie o atum numa panela bem quente com uma colher de óleo de sésamo só até estar ligeiramente cozinhado de ambos os lados. Deixe que o atum fique praticamente cru no interior. Corte o atum às fatias e disponha no centro de um prato. Guarneça com a salada e o molho de abacate. 

 

Espiralizei uma courgette!

 

20294221_452722171781578_7664569529335159314_n.jpg

A moda de espiralizar os vegetais é bem antiga na Ásia mas no Ocidente não se instalou há tanto tempo assim. A bem dizer, a "culpa" de andarmos a comer courgettes ou cenouras disfarçadas de esparguete só veio mesmo para ficar com a moda da alimentação saudável. E eu que nem sou propriamente dedicada à questão de contar calorias, tenho a dizer-vos que entre 100 gr de esparguete e 100 gr de courgette existe uma diferença (pasmem!) de cerca de 300 calorias. Sendo assim, resolvi comprar um espiralizador eléctrico e atirei-me de cabeça nesta aventura. E já estou viciada. Ontem fiz uma receita super simples de esparguete de courgette com camarão e cogumelos. Além de sair bastante em conta, é muito rápida de confeccionar e, claro, muito mais saudável do que encher o estômago de massa. O sabor, pelo menos na minha opinião, não fica muito atrás. Ora experimentem:

 

20264886_452722225114906_7698962630742543009_n.jpg

 

Ingredientes (para 2 pessoas)

200 gr de camarão 

cogumelos frescos

1 courgette

2 dentes de alho

pimenta (preferencialmente moída na hora)

picante

azeite

coentros

 

Preparação

 

Cozer o camarão com casca, por 4 a 5 minutos, depois de levantar fervura. Reservar a água. Descascar a courgette e espiralizá-la. Numa frigideira aquecer o azeite com os 2 dentes de alho esmagados. Aloure os cogumelos fatiados por três minutos e junte o camarão descascado. Tempere com sal e picante se for a seu gosto. Deixe apurar um minuto e adicione a courgette já em forma de esparguete. Deixe cozinhar apenas por 2 a 3 minutos de forma a que a courgette não amoleça demasiado. Um pouco antes de retirar do lume, regue com duas colheres de sopa da água do camarão. Sirva salpicado com coentros e tempere com pimenta moída na altura. 

 

espiralizador.jpg

 

 

Cocktail de Camarão - Às Sextas com os Tachos

_cocktail.png

 Receita de Edmundo Gonçalves

20478557_ZDt5E.jpeg

 Agora que o tempo está para aí virado, mais uma entrada fácil de preparar e que pode fazer um figurão na recepção a uma visita de amigos. Quantidades para dose individual.

 

INGREDIENTES:

Camarões

½ dúzia de camarões 30/40  

Sal

Água para a cozedura

 

Para o molho

Duas colheres de sopa de maionese

Uma colher de sopa de natas magras

Uma colher de sopa de ketchup

Um “cheirinho” de whisky

Uma colher de chá de mostarda, se em pó tanto melhor

Uma colher de chá de molho inglês

Uma pitada de piri-piri

Limão

 

Para a Salada

1   alface frisada  

 

PREPARAÇÃO:

Numa panela com água a ferver juntar uma pitada de sal e os camarões. Deixar ferver durante três minutos e retirar passando imediatamente por água fria. Reservar. Misturar a maionese, as natas, o ketchup, o whisky, a mostarda, umas gotas de limão  e umas gotas de picante. Misture tudo até obter a consistência desejada. Lave bem a alface, escorra, retire o pé e corte em juliana. Descasque os camarões, deixando a casca do rabo em dois deles e pique os restantes, envolvendo-os depois no molho.

Montar o cocktail: Numa taça de vidro (um copo de gin será óptimo) começar por colocar uma camada de alface, depois o molho com o camarão, de novo alface e terminar de novo com o molho. Decorar com os dois camarões pendurados no rebordo do copo ou taça. 

Servir bem frio, com um vinho verde gelado. Alvarinho de preferência.

 

Bacalhau com manteiga de camarão

bacalhau.jpg

Diz-se por aí que "há mais receitas de bacalhau do que dias num ano". A ser verdade, garanto-vos que devo gostar de todas elas. Embora, na minha opinião, nada faça concorrência a um bom bacalhau à bras, confeccionado como manda a tradição. No entanto decidi há dias arriscar uma receita que "roubei" de um amigo, chef de cozinha, e que parece que tem sido um sucesso no restaurante onde ele trabalha. E o que tem de fácil, tem de saborosa. 

 

Ingredientes (para 4 pessoas)

1 chávena de manteiga, sem sal, à temperatura ambiente

2 colheres de sopa de cebolinho fresco picada 

1 dente de alho picado

1 pitada de sal 

4 camarões 

4 filetes de bacalhau

sal

pimenta preta recém-moída

2 colheres de sopa de azeite

 

Preparação

Comecemos por fazer a manteiga. Bata a manteiga, regada com duas colheres de sopa de whisky com a batedeira até ficar com uma consistência mais liquída. Entretanto coza os camarões e triture-os. Adicione-os à manteiga juntamente com o cebolinho picado, o alho e um pouco de sal. Misture bem todos os ingredientes. Coloque a mistura numa folha de papel vegetal e molde uma espécie de cilindro. Coloque-o no congelador cerca de 20 minutos. 

Ligue o forno a 180 graus. 

Tempere o bacalhau com sal e pimenta. Numa frigideira aqueça o óleo em lume médio. Quando estiver bastante quente, coloque os filetes de bacalhau com a pele para cima. Deixe fritar até ficarem dourados, no máximo 4 minutos. Vire o bacalhau e frite por apenas um minuto. Retire-o da frigideira e leve a assar no forno durante mais 5 minutos. Sirva-os com uma fatia de manteiga de camarão no topo. 

 

Às sextas com os Tachos: Cascas

conquilhas.JPG

Receitas de Edmundo Gonçalves

20478557_ZDt5E.jpeg

Umas entradas que podem ser refeição, depende da quantidade que se quiser, ou puder, consumir…

Conquilhas

Ingredientes

1kg de conquilhas frescas (se acabadinhas de apanhar, tanto melhor)

2 ou 3 dentes de alho

Meia-dúzia de pés de coentros

1 limão

Uma pitada de azeite

 

Preparação

Depois de deixar limpar as conquilhas em água do mar, de preferência, ou em água salada, durante algumas horas, colocar numa frigideira funda o azeite, os alhos esmagados com casca e os coentros; Quando a azeite estiver a ferver, juntar as conquilhas e tapar, deixando que abram em lume brando. Servir de imediato para que não percam a água.

ameijoas-bolhao-pato-680x450.jpg

Ameijoas à Bulhão Pato

Ingredientes

1kg de ameijoa (preta ou macha, de preferência)

2 ou 3 dentes de alho

1dl de azeite

Meia-dúzia de pés de coentros

1dl de vinho branco

Preparação

Esmagar os alhos e juntar ao azeite numa frigideira e deixar alourar. Juntar as ameijoas e deixar abrir em lume brando, volteando regularmente o recipiente. No final acrescentar o vinho branco, deixar evaporar e de seguida juntar os coentros picados. Servir de imediato.

Nota: Para quem goste, pode adicionar um pouco de mostarda juntamente com o vinho branco. 

Servir com pão torrado e um verde gelado. Sugere-se um Alvarinho que me enche as medidas: Deu-la-deu, Premium, da Adega Cooperativa Regional de Monção ( e Melgaço ).

Alvarinho-Premium-Deu-de-Deu-sem-fundo-web.png (1)