Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

seainessabedisto

Cocktail de Camarão - Às Sextas com os Tachos

_cocktail.png

 Receita de Edmundo Gonçalves

20478557_ZDt5E.jpeg

 Agora que o tempo está para aí virado, mais uma entrada fácil de preparar e que pode fazer um figurão na recepção a uma visita de amigos. Quantidades para dose individual.

 

INGREDIENTES:

Camarões

½ dúzia de camarões 30/40  

Sal

Água para a cozedura

 

Para o molho

Duas colheres de sopa de maionese

Uma colher de sopa de natas magras

Uma colher de sopa de ketchup

Um “cheirinho” de whisky

Uma colher de chá de mostarda, se em pó tanto melhor

Uma colher de chá de molho inglês

Uma pitada de piri-piri

Limão

 

Para a Salada

1   alface frisada  

 

PREPARAÇÃO:

Numa panela com água a ferver juntar uma pitada de sal e os camarões. Deixar ferver durante três minutos e retirar passando imediatamente por água fria. Reservar. Misturar a maionese, as natas, o ketchup, o whisky, a mostarda, umas gotas de limão  e umas gotas de picante. Misture tudo até obter a consistência desejada. Lave bem a alface, escorra, retire o pé e corte em juliana. Descasque os camarões, deixando a casca do rabo em dois deles e pique os restantes, envolvendo-os depois no molho.

Montar o cocktail: Numa taça de vidro (um copo de gin será óptimo) começar por colocar uma camada de alface, depois o molho com o camarão, de novo alface e terminar de novo com o molho. Decorar com os dois camarões pendurados no rebordo do copo ou taça. 

Servir bem frio, com um vinho verde gelado. Alvarinho de preferência.

 

Na Ericeira há um lugar onde se come mesmo bem!

15400907_899395796830350_3975005826949957418_n.jpg

Ali meio escondido na zona onde atracam os barcos de pesca da Ericeira, na Praia dos Pescadores, existe um restaurante com estreita ligação ao mar. Até no nome. O Snack-Bar Clube Naval da Ericeira é, para nós cá da terra, o cantinho do Paulo e da Almerinda. Há uns anos era quase o segredo mais bem guardado para os moradores da vila, um lugar de eleição para petiscar e passar horas à conversa com os amigos, o único lugar aberto noite dentro para que os pescadores pudessem sair para o mar de estômago reconfortado. Sempre num ambiente descontraído, com janela aberta para o mar, esse cantinho ganhou fama e tornou-se também uma referência fora de portas. Mas o charme e o carisma mantiveram-se intactos. Isso garanto-vos! Mérito do casal que fez nascer esta casa e agora também da Vanessa, a filha de ambos. 

Beneficia de uma localização privilegiada, é certo! Mas não fosse a ementa uma deliciosa viagem pelos sabores mais tradicionais, isso pouco valia. Embora, por razões óbvias, os pratos de peixe sejam a aposta forte do menu do dia, existe quase sempre uma opção de carne. A raia frita com açorda de ovas, confesso, é dos meus pratos favoritos. E a técnica da Almerinda no preparo desta iguaria não é para todos.

Se quiserem saber qual é a ementa do dia, basta fazerem uma visita à página oficial do restaurante aqui. Está sempre actualizada. O espaço é pequeno, acolhedor e a decoração foi recentemente renovada. É provável que em certos dias tenham de esperar para conseguir mesa, mas garanto-vos que vale a pena. Deliciem-se com as imagens...

17757506_991594780943784_1451598283295530411_n.jpg

17796386_992441370859125_1451097008697321044_n.jpg

17952461_1000118726758056_3602551111005271375_n.jp

15284966_889431404493456_354695243908530318_n.jpg

15400907_899395796830350_3975005826949957418_n.jpg

15439960_904619819641281_2305149374749866189_n.jpg

15747554_915010288602234_6380208077185147009_n.jpg

15202670_892989680804295_5597115168534292670_n.jpg

15232178_891837067586223_345270324441038433_n.jpg

15267540_896655667104363_3018783213150563136_n.jpg

15284869_893021274134469_6069610307913854847_n.jpg

15107281_876969792406284_4865356938870477595_n.jpg

15135936_883652991737964_6125941200174907621_n.jpg

15171264_881036518666278_6884201787280583320_n.jpg

15178269_885432461560017_1951924699346141126_n.jpg

12718095_741731242596807_3416955521087927588_n.jpg

12804889_725578654212066_4601284385772798269_n.jpg

14573024_860455894057674_2643515912083588516_n.jpg

14962607_863613883741875_7649301078226853697_n.jpg

 

Às sextas com os Tachos

 

 

frango.jpg

 

 

Receita de Edmundo Gonçalves

edmundo.jpg

Frango à Monchique

Mais uma coisa simples e bastante saborosa, que vai bem em qualquer época do ano. Dá algum trabalho, mas não é nada complicado e pode ir picando um queijinho e saboreando um branco fresco durante a preparação.

 

Cá vai:

 

INGREDIENTES:

1 frango (do campo ou de aviário, o que estiver à mão)

100gr de bacon (pode já comprar cortado em cubos pequenos)

1kg de batatas

1 pimentos vermelho

2 tomates maduros

2 cebolas médias

6 dentes de alho

Sal, pimenta, colorau, louro, orégãos, tomilho e picante q.b.

1dl de azeite

Óleo para fritar

1/2L de vinho branco

 

PREPARAÇÃO:

Colocar o azeite num tacho ou caçarola grande.

Fritar o bacon. Reservar.

Cortar o frango em pedaços médios e aloirar no azeite. Reservar.

Descascar e cortar as batatas em quadrados com cerca de 1cm e fritar. Reservar.

Descascar as cebolas e cortar em rodelas. Reservar.

Retirar a pele aos tomates e cortar em rodelas de meia-lua. Reservar.

Descascar e laminar os alhos. Reservar.

Cortar o pimento às tiras e reservar também.

No tacho ou caçarola que usou para aloirar o frango e em que deixou o azeite, disponha os ingredientes em camadas, como se estivesse a preparar uma caldeirada, começando pela cebola, o tomate, o pimento, os alhos, as batatas e o frango, procurando fazer no mínimo duas camadas iguais. Junte todo o bacon frito.

Junte todos os temperos e o vinho branco até cobrir e leve ao fogo em lume brando depois de levantar fervura, cerca de 30 minutos, sem destapar e sem mexer, rodando apenas o tacho para se certificar que não está a “pegar”. Verifique apenas os temperos.

Sendo um prato algarvio, da serra mas algarvio, que melhor que um vinho bem próximo de Monchique? Sugiro um Alvor tinto, colheita selecionada, ou um reserva tinto 2011, produção da Quinta do Morgado da Torre.

 

Tinto 1.jpg

 

 

Às sextas com os Tachos

IMG_3869.JPG

 

 

 

Receita de Edmundo Gonçalves 

edmundo.jpg

 

Coelho grelhado

 

Mais um prato de fácil preparação e muito agradável. Tem apenas o inconveniente de ser necessário ter um local para poder usar carvão.

 

INGREDIENTES:

1 coelho pequeno (máximo com 1kg) limpo

Sal, pimenta, piri-piri

Alho

Coentros

Azeite

 

PREPARAÇÃO:

Tratar do carvão e preparar um bom brazido. Preparar uma marinada com um pouco de azeite e alhos picados. Abrir o coelho ao meio e dar uns golpes nas partes mais grossas, pernas e lombo e temperar de sal, pimenta e picante. Colocar o coelho numa grelha e levar ao lume, tendo o cuidado de ir virando para não queimar.

Numa taça de vidro, levar ao micro-ondas uma parte do azeite com os alhos picados, até aquecer, sem esturrar os alhos (para quem não gostar do sabor a alho cru). Logo que grelhado a gosto, retirar e cortar o coelho em pedaços, dispor num tabuleiro e regar com o azeite com os alhos e os coentros crus, picados. Como guarnição pode usar batata frita ou salteada com alho, ou salada de tomate, ou outra salada, dependendo do gosto

Acompanhe com um tinto robusto. Sugiro um Dona Ermelinda Reserva 2014, vai ver que cai que nem ginjas!

 

dona-ermelinda-reserva-big.jpg

 

Instagram

PATRÍCIA TEIXEIRA

Arquivo

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.