Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Se a inês sabe disto

No próximo fim-de-semana há mais cinema no Parque de Monserrate, em Sintra

Palacio_de_Monserrate_creditos_PSML_Emigus.jpg

Animação, sátira social e drama dão o mote para o terceiro fim de semana do ciclo de cinema “Esplendor na Relva”, promovido pela Parques de Sintra. O ciclo de cinema, que decorre até 22 de Julho no Parque de Monserrate apresenta de 14 a 16 de Julho quatro longas-metragens criteriosamente selecionadas pelo cineasta João Mário Grilo.

Fantasia-®courtesy of Park Circus_Disney.jpg

No dia 14 de Julho, às 21h30, o filme “Fantasia”, clássico de animação de Walt Disney, é a escolha inicial do cartaz do terceiro fim de semana de cinema no Jardim de Monserrate. Considerada uma das maiores obras da animação, “Fantasia” é uma longa-metragem dividida em oito segmentos animados que dão imagem às composições dos grandes mestres da música clássica. Bach, Tchaikovsky e Beethoven são os autores de algumas das grandes peças musicais que servem de banda sonora a este filme.

 

Image Hulot-®courtesyLeopardoFilmes.jpg

 

No sábado, 15 de Julho, o ciclo de cinema “Esplendor na Relva” apresenta dois momentos distintos. Às 16h00, no auditório do Palácio de Monserrate, “As Férias do Sr. Hulot”, convida a plateia a acompanhar as férias do distraído e desastrado Sr. Hulot numa irónica e hilariante representação do quotidiano de uma estância de férias no pico da época balnear. Com um registo mordaz, mas também poético, a obra de Jacques Tati incide sobre os hábitos sociais da burguesia com inúmeras e divertidas peripécias.

 

Ran2-®courtesytamasadistribution.png

Ainda no dia 15 de julho, às 21h30, no relvado do Palácio de Monserrate é apresentado “Ran – Os Senhores da Guerra”. Esta obra-prima remete-nos para o Japão do século XVI, em que a disputa por uma herança familiar precipita a ruína do um poderoso clã, com uma intensa luta fratricida. Verdadeiros momentos de drama, batalhas intensas e um fiel reflexo dos sentimentos humanos fazem desta obra de Akira Kurosawa um dos filmes mais aclamados de todos os tempos.

 

les 400 coups 4 -®Andre¦ü Dino.jpg

Para terminar, no dia 16 de Julho, às 21h30, é possível ver ou rever “Os Quatrocentos Golpes”, no auditório do Palácio de Monserrate. Este filme autobiográfico de François Truffaut apresenta uma comovida visão sobre a infância e adolescência de um jovem problemático que se deixa levar por uma vida de crime, no seio de uma sociedade fria e longínqua.

O ciclo de cinema “Esplendor na Relva” decorre de 1 a 22 de Julho no Parque de Monserrate, em Sintra. São 12 obras-primas da história do cinema para ver, muitas delas à noite e ao ar livre, uma experiência única que coloca a atmosfera dos filmes a fundir-se com o cenário natural da serra de Sintra. 

 

Informação útil

 Preço do bilhete:

  • Sessões nocturnas (ar livre) – 5€ adulto e 3,5€ jovens (dos 6 aos 18 anos) – Palácio estará aberto para visita;
  • Sessões diurnas (auditório do Palácio) – Incluídas no bilhete da visita ao Palácio, sendo a entrada condicionada à capacidade da sala. A compra de bilhetes durante o dia para visita ao Palácio de Monserrate não dá direito a entrada gratuita nas sessões de cinema noturnas.
  • A Scotturb assegura gratuitamente o transporte entre a Estação Ferroviária de Sintra e o Parque de Monserrate, entre as 19h15 e as 00h40, aos portadores de bilhete para o ciclo de cinema.

 Capacidade dos espaços:

  • Ar livre (sessões nocturnas) – 500 lugares (relvado)
  • Auditório do Palácio (sessões diurnas) – 60 lugares

Locais de venda: Bilheteiras da Parques de Sintra, www.parquesdesintra.pt , www.blueticket.pt, FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt, lojas ACP, rede PAGAQUI e Turismo de Lisboa.

 

 

Só sai da mesa quem resolver o mistério!

19424405_1480569862007779_8508142497331579364_n.jpComecemos por imaginar um jantar de amigos. Está tudo animado, à conversa, e de repente chega a informação de que um terrível vírus escapou de um laboratório e está prestes a contaminar a Terra. Só algumas pessoas que estão sentadas naquela mesa terão acesso ao antídoto e à possibilidade de salvar o Planeta desta catástrofe...são os "Escolhidos"! 

É este o mote dos novos jantares que a Grand'Ideia vai organizar todos os meses já a partir do dia 14 de Julho, no restaurante Casa do Chef, em Lisboa. A popularidade dos escape rooms (onde um grupo de pessoas é trancado num espaço e de lá só consegue sair mediante a resolução de enigmas) é cada vez maior e, desta feita, passou agora para a mesa num desafio de faca e garfo. 

Porque se trata de um jantar mistério não quero desvendar já tudo o que por lá se vai passar. Mas posso dar-vos uma dica: as pistas são confecionadas pelo Chef Jorge Rodrigues e servidas ao público em jeito de enigma. Podem ser jogados a pares ou em grupos de até oito pessoas e têm a duração de 2h30, sendo que, em cada data haverá dois turnos, das 19h30 às 22h00 e das 22h00 às 00h30. O primeiro, como já referi, acontece no dia 14 de Julho. A cena repete-se nos dias 11 de agosto e 8 de setembro. O custo é de 35€ por participante.

 

A minha pergunta é...Será que vão descobrir a receita para sobreviver?

 

O Escape Dinner foi criado numa parceria entre o restaurante Casa do Chef e a empresa de eventos Grand’Ideia. As reservas podem ser feitas pelo 963 763 717 ou através do email reservas@grandideia.pt.

"Serenata à chuva" no Parque de Monserrate

Cinema_NoticiaGrande960x456.jpg

O ciclo de cinema “Esplendor na Relva”, promovido pela Parques de Sintra e com programação do cineasta João Mário Grilo apresenta, já no próximo sábado, dia 8 de Julho, pelas 21h30, o filme “Serenata à Chuva”. Realizado por Gene Kelly e Stanley Donen, esta obra-prima é uma referência mundial no género musical. Memorável e intemporal, tem como pano de fundo o ano de 1927, no qual o aparecimento do cinema sonoro obriga os produtores de um estúdio a transformar um filme de “capa e espada”, que estava em rodagem, num musical. E se alguns actores souberam preparar-se para os novos desafios do sonoro, outros não tinham voz nem dicção que lhes permitisse continuar a ser vedetas.  

Serenata à Chuva” olha o cinema de dentro com um relato romântico da transicção do mudo para o sonoro. Protagonizado por Gene Kelly, Debby Reynolds e Donald O’Connor, ocupa a primeira posição na lista dos 25 Maiores Musicais Americanos de todos os tempos, do American Film Institute (AFI).

O ciclo de cinema “Esplendor na Relva” decorre até dia 22 de Julho no Parque e Palácio de Monserrate, em Sintra. Obras-primas da história do cinema para ver, muitas delas à noite e ao ar livre, numa experiência única que alia a atmosfera dos filmes ao cenário natural da serra de Sintra. No auditório do Palácio de Monserrate ou nos jardins (numa tela gigante, tendo o relvado como anfiteatro natural, este ciclo acrescenta novas dimensões ao conceito de “ir ao cinema”. 

 

Preço dos bilhetes:

  • Sessões nocturnas (ar livre) – 5€ adulto e 3,5€ jovens (dos 6 aos 18 anos) – o Palácio estará aberto para visita;
  • Sessões diurnas (auditório do Palácio) – Incluídas no bilhete da visita ao Palácio, sendo a entrada condicionada à capacidade da sala. A compra de bilhetes durante o dia para visita ao Palácio de Monserrate não dá direito a entrada gratuita nas sessões de cinema nocturnas.
  • A Scotturb assegura gratuitamente o transporte entre a Estação Ferroviária de Sintra e o Parque de Monserrate, entre as 19h15 e as 00h40, aos portadores de bilhete para o ciclo de cinema.

 Capacidade dos espaços:

  • Ar livre (sessões nocturnas) – 500 lugares (relvado)
  • Auditório do Palácio (sessões diurnas) – 60 lugares

Locais de venda: Bilheteiras da Parques de Sintra,www.parquesdesintra.pt, www.blueticket.pt, FNAC, Worten, El Corte Inglés, MEO Arena, Media Markt, lojas ACP, rede PAGAQUI e Turismo de Lisboa.

 

Rota nocturna pelos quiosques e esplanadas de Lisboa


18951371_292258797901751_3340069585330124222_n (1)

Ainda vão a tempo de fazer a inscrição nesta caminhada que inclui a visita a alguns quiosques e esplanadas de Lisboa, localizados junto de jardins, monumentos, miradouros, avenidas, praças, zona ribeirinha, locais de lazer e de estabelecimentos de diversão nocturna. 
Os quiosques, pequenos espaços comerciais destinados à venda de tabaco, revistas, jornais, lotarias, refrescos e petiscos, surgem em Lisboa nos finais do século XIX, nas principais praças e largos, avenida da Liberdade (então Passeio Público) e zona ribeirinha. Em alguns casos, como por exemplo o quiosque "Rei dos Torresmos" no Cais do Sodré, também vendiam peixe frito, azeitonas, torresmos e filetes de bacalhau. Funcionavam como um ponto de encontro obrigatório, no início de um dia de trabalho para o chamado mata bicho (gíria para a primeira refeição do dia), ao fim do dia e pela noite dentro, para conviver.
Nos anos 80 do século XX, a tradição dos quiosques foi retomada pela Câmara Municipal, recuperando os antigos espaços, ainda em funcionamento, e criando novos, com espaço de esplanada.Desde o início do século XXI que o regresso dos quiosques ao quotidiano dos lisboetas é uma realidade. 
Em alguns dos quiosques, os tradicionais refrescos de limonada chic, orchata, groselha, chá gelado, leite perfumado, mazagrã (bebida de café) e capilé podem ser, novamente saboreados. 

PONTOS DE INTERESSE

Esplanada do Chão do Loureiro
Quiosque das Portas do Sol
Esplanada da Graça
Mercado de Fusão / Martim Moniz
Banana Café
Quiosque do Refresco
Quiosque do Adamastor
Quiosque do Cais
Quiosque da Ribeira das Naus
Outros locais de interesse a descobrir no dia da actividade.
 
Informação sobre o evento:
 
Data: 15 de Julho de 2017
Ponto de encontro: Praça D. Pedro IV/Rossio (junto à estátua D. Pedro IV). 
Hora: 21:00 (início da actividade:21:30 e fim da actividade às 00:30)
Duração: 3 horas (aproximadamente pois depende do ritmo do grupo)
Distância: +/- 12 km
Grau de dificuldade: Médio (algumas subidas acentuadas e escadarias).


INFORMAÇÃO ADICIONAL

Deverá fazer-se acompanhar de telemóvel para contacto em caso de necessidade.
Aconselha-se calçado confortável e roupa adequada à estação.
Deverá levar água.

INSCRIÇÃO (OBRIGATÓRIA) - ATÉ DIA 14 de JULHO

Enviar email: geral4trilhos@outlook.com

Indicar os seguintes elementos:

- Nome e data do evento;
- Nome completo;
- Data de nascimento;
- Contacto telefónico;
- NIF para efeitos fiscais.

PREÇO 

Adultos - 5€

Crianças / adolescentes (<18 anos) – actividade gratuita, desde que acompanhadas por familiar/tutor inscrito.

Inclui: Guia e seguro.

PAGAMENTO

Efectuado no dia e local da actividade.

ADVERTÊNCIAS

O percurso da caminhada pode ser alterado ou cancelado devido a condições atmosféricas adversas.

A “4Trilhos” reserva o direito de cancelamento do evento caso não haja um mínimo de 10 participantes, informando os inscritos na actividade - via e-mail ou telefonicamente (para o contacto fornecido) – de tal ocorrência, com uma antecedência mínima de 24 horas. 

CONTACTO / 4TRILHOS
Anabela Pacheco
Tlm: 912596726


Tomar regressa à Idade Média

image002 (1).png

E como este blog tem sido muito acarinhado pelas pessoas de Tomar, graças às memórias que o Edmundo Gonçalves aqui tem partilhado a respeito desta cidade, é com todo o gosto também que vamos divulgando os eventos que por lá acontecem.

Desta vez Tomar volta a ser um burgo medieval e é já de 6 a 9 de Julho. Durante quatro dias a cidade recebe a Festa Templária. Uma viagem histórica cujos protagonistas serão cavaleiros, mercadores, artesãos, saltimbancos, músicos, malabaristas, cuspidores de fogo, entre outras personagens da Idade Média. A atracção principal passa pela recriação do cerco ao Castelo, que ocorreu em 1190. Nesse ano, a 13 de Julho, 900 guerreiros árabes sob o comando do rei de Marrocos, Almançor, cercaram o Castelo Templário. Durante seis dias fizeram várias tentativas para conquistá-lo. Mas lá dentro 200 cavaleiros templários, liderados por Gualdim Pais, travaram o ataque dos muçulmanos tornando este um marco histórico da cidade.

Haverá então um cortejo nocturno que reúne, não só as várias personagens históricas, como as recriações do acampamento templário, o treino dos homens de armas, as danças medievais, a feira de artesanato alusivo à época, o festival de gastronomia medieval nos restaurantes locais, os petiscos nas tasquinhas, os jogos medievais, entre muitas outras actividades que devolvem Tomar ao século XII.

O programa cultural da festa inclui ainda a conferência “Templários – das origens ao terminus”, que terá lugar no Scriptorium do Convento de Cristo, no dia 6 de Julho. Na sexta-feira, 7 de julho, o refeitório dos Frades do Convento de Cristo será o palco de um Jantar Real, com ementa e animação medieval. A Festa Templária, que tem lugar em várias zonas da cidade, do Mouchão Parque ao Convento de Cristo, passando pelo centro histórico, pretende recordar o passado mantendo viva a influência da Ordem de Cristo, sucessora da Ordem Templária.

 

Programa

6 de julho | quinta-feira 

10h00 - 17h00 – Conferência “Templários – das origens ao términus” 

18h00 – Abertura Oficial da Festa Templária 2017: Cerimónia na Praça da República e Cortejo de Abertura da festa pelo centro histórico e Mouchão Parque

18h00 - 24h00 – Feira de Artesanato e Tasquinhas 

19h00 - 23h00 – Festival de Cozinha Medieval nos restaurantes aderentes 

23h00 – Recriação do cerco do Castelo Templário - Mata dos Sete Montes

 

7 de julho | sexta-feira 

18h00 – 24h00 - Feira de Artesanato e Tasquinhas (abertas até às 2h00)

19h00 - 23h00 – Festival de Cozinha Medieval nos restaurantes aderentes 

20h00 – Jantar Real no Convento de Cristo 

23h00 – Recriação do cerco do Castelo Templário - Mata dos Sete Montes

 

8 de julho | sábado 

12h00 - 24h00 - Feira de Artesanato e Tasquinhas (abertas até às 2h00)

10h00 – Visitas Culturais 

12h00 – Festival de Cozinha Medieval nos restaurantes aderentes 

22h00 – Cortejo Noturno

 

9 de julho | domingo 

10h00 – Visitas Culturais 

12h00 - 23h00 – Feira de Artesanato e Tasquinhas 

12h00 - 15h00 / 19h00 - 23h00 – Festival de Cozinha Medieval nos restaurantes aderentes

18h00 - Render da guarda

 

Todos os dias:

Acampamento Templário, personagens históricas, danças medievais, treino dos Homens de Armas, cenas da vida na Taberna e jogos medievais no Mouchão Parque.

Recriações no Centro Histórico (danças medievais e ofícios).