Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se a inês sabe disto

Pela direita é que é(?)

CAMPANHA NACIONAL DE TRÂNSITO - FAIXA ESQUERDA LI

 

Texto de Edmundo Gonçalves

edmundo.jpg

 

A brigada de trânsito da GNR anda por aí à maluca a multar aquela maltinha que circula sossegada nas auto-estradas. Consta que até ao primeiro fim de semana de Abril, 840 pacatos condutores foram multados por circularem nas vias do centro e da esquerda. Eu que tinha por bom que com a saída de Portas do CDS, a direita tinha perdido algum fulgor, constato agora com alguma surpresa este ataque soez a alguns portugueses que fizeram claramente as suas opções, tanto pelo centro, os mais moderados, como pela esquerda, aqueles que querem chegar mais rápido ao seu destino.

Vejam o argumento rasca apresentado pela GNR: Pela direita é que se deve seguir, porque se circula em segurança. Se isto não é tendencioso, vou ali e já volto!

Porque carga de água chegaram a esta conclusão os gajos da GNR? Eu cá, fora as auto-estradas novas, vejo sempre a direita em mau estado, com o piso irregular, efeitos de circulação intensa de pesados, provavelmente, ou talvez de excesso de tempo a ter apenas essa via para circularmos todos. É claramente um atentado à liberdade de cada um, obrigar-nos a todos a ir pela direita. Com a agravante outra vez tendenciosa de que se a direita está vazia, é obrigatório preenchê-la.

Tenho alguma dificuldade em entender esta postura da GNR, sinceramente, a não ser que o objectivo seja o de preservar a do centro e a da esquerda para outras velocidades, já que constatamos no dia-a-dia que outros condutores pela Europa fora se afastam cada vez mais de nós, pobres condutores de caranguejolas. Por enquanto, quem eu vejo a circular impunemente pela esquerda são uns tipos com uns carros com umas luzes azuis dissimuladas e que andam sempre a “duzentos”. A malta por aí diz que são do governo, mas a mim custa-me a crer que os do governo queiram a faixa da esquerda só p’ra eles…

Patrícia Teixeira

Edmundo Gonçalves

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens