Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se a inês sabe disto

Let's play(girl)boy

marylin1.jpg

 

Como neste blog cabe tudo e ainda um par de botas (um dia ainda haverei de falar do "Botas"), hoje regista-se o passamento de um dos homens mais directamente responsáveis pela revolução sexual dos anos sessenta e setenta, com o pioneirismo da edição de uma revista de cariz erótico que ajudou a mudar costumes e mentalidades e que é responsável, eventualmente, pela forma como eu e você, que lê estas linhas, olha para o mundo.

 

abril74.jpg

 

"A vida é muito curta para viver o sonho de outra pessoa", lema que o levou a atirar-se de cabeça na edição de uma revista que fugia a todos os cânones da América tradicionalista e conservadora do pós-guerra em 1953, após a revista Esquire lhe ter negado um aumento de 5 Dólares mensais, a Playboy, criando a partir daí um império não só com a edição da revista um pouco por todo o Mundo, mas entrando também no negócio da produção de conteúdos eróticos para TV e internet, bem como o licenciamento do logótipo da empresa, o coelho de gravata, nos mais diversos materiais, desde lingerie a canecas de café.

 

Marge.jpg

 

O porta-estandarte da empresa, a revista Playboy, que chegou a passar por dificuldades com a concorrência da internet e que chegou até a experimentar recentemente a edição sem nudez, fez capas com as mais destacadas e vistosas mulheres ao longos destes mais de sessenta anos, incluindo o ícone Marge Simpson.

"Hefner adotou uma abordagem progressiva não só para sexualidade e humor, mas também para a literatura, política e cultura", refere a empresa no comunicado onde anuncia a morte do seu fundador, que era casado com uma modelo 60 anos mais nova, Crystal Harris, desde 2010, tendo sido casado duas vezes anteriormente. Era conhecido o seu gosto por namoradas, tendo mantido várias ao mesmo tempo na sua "Playboy Mansion", de onde chegou a ser até emitido um reality show com o mesmo nome: "Girls of Playboy Mansion".

Era pai de quatro filhos e faleceu ontem, de causas naturais, aos 91 anos na sua mansão em Los Angeles.

 

hefner1.jpg