Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Se a inês sabe disto

Há que ter calma...

Untitled design (2).jpg

Compreendo a revolta das pessoas que adquiriram o bilhete para o concerto dos AC/DC, cuja digressão "Rock or Bust", arranca já no dia 7 de Maio, em Lisboa, e que em vez da voz de Brian Johnson, terão de alinhar com o timbre de AXL Rose, dos Guns n'Roses. Sou fã das duas bandas, admiro cada um dos vocalistas mas, de facto, não é justo! Como não é justo para o líder dos AC/DC arriscar perder a audição total por causa de uma tournée. Como diria o Bruce Springsteen, "há coisas muito mais valiosas que um concerto". Mas só havia duas soluções possíveis: o cancelamento da tournée ou a subsitituição do vocalista. Optaram pela segunda. E já que assim foi, não será um tiro de sorte ter AXL Rose em palco? 

Brian Johnson não foi o primeiro vocalista dos AC/DC. Aliás, um dos temas mais populares do grupo, "Highway to Hell", foi originalmente gravado com a voz de Bon Scott, que faleceu no dia 19 de Fevereiro de 1980, vítima do abuso do álcool.

Mas em abono da verdade, o mérito de ter liderado uma banda tão bem sucedida durante 36 anos não é para todos! É para quem tem carisma, talento e, sobretudo, muita resistência física e psicológica. E foi essa resistência que ficou agora abalada para Brian Johnson. Aos 68 anos, ele achou que estava na altura de cuidar da saúde. Retirou-se, e provavelmente para sempre. Por isso, a nós, o público, restava-nos assistir ao fim de um banda tão carismática se a substituição não tivesse sido feita. Por mim, que suba então ao palco o AXL. Porque as provas já estão dadas!

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Patrícia Teixeira

Edmundo Gonçalves

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens