Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

seainessabedisto

Faça-se luz

ng3351740.jpg

Texto de Edmundo Gonçalves

Sem Título.jpg

António Mexia, o “boss” da EDP foi constituído arguido aí num processo, por corrupção activa e passiva e participação económica em negócio. Para que conste, até prova em contrário, para mim o senhor é inocente. Já sobre um negócio da China feito com a energética aquando da abertura da comercialização a outras empresas, aquilo a que prosaicamente eles chamam de concorrência ou mercado livre, penso que há alguns que não serão tão inocentes e nesse grupo também estava António Mexia.

Sabem que em dez anos a EDP teve mil milhões de Euros (é muito zero à direita) de lucros e que desse valor, duzentos e cinquenta milhões, ou seja, “apenas” 25% foram de compensações pela perda do monopólio? Eu faço um desenho, para aqueles que ficaram um pouco toldados e ainda andam à procura da lógica na batata: A determinada altura o Estado português decidiu liberalizar o mercado de electricidade e achou por bem, esquecendo que para o bem ou para o mal estamos inseridos numa coisa que se costuma chamar de economia de mercado, achou por bem, dizia eu, compensar a empresa que iria passar a ter concorrência, precisamente aquela que não tinha que lutar por quotas de mercado, aquela que detinha 100% da clientela, pela perda de clientes. Pronto, agora é que não recuperam mesmo o juízo…

Bom, e não lhes falo daquela parte de que estamos todos a financiar a rede eólica, sendo que quem recolhe os lucros são os accionistas de EDP Renováveis, a EDP com parte de leão e outros, grandes ou pequenos accionistas. Sim, todos os meses há uma parte do valor que paga que é para financiar o plantio de aerogeradores um pouco por todo o país. Nada contra, se quem os pagar não seja quem nada recebe em troca. Estão de boca à banda, não estão? Pois eu também fiquei quando tive conhecimento dos números.

Isto quer dizer que a sua fatura e a de todos os clientes da EDP, poderia ser 25% mais barata. Imagine que paga agora 100 Euros de electricidade por mês. Pagaria 75! É dinheiro…Mas que raio, porque é que eu não tive visão e não fundei uma empresa destas, condenada a dar sempre lucro, mais não seja porque o Estado lho garante?

Só me deu para restaurantes. Parvo!