Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Se a inês sabe disto

Comer com saúde, ou brincar com a saúde?

 

 

asae.jpg

 

Texto de Edmundo Gonçalves

edmundo.jpg

A ASAE, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, de que todos já ouvimos falar e de que conhecemos uns mais que outros o objecto de actuação, lembrou-se um destes dias de ir inspeccionar as empresas que fornecem refeições, os estabelecimentos de saúde (hospitais e outros), bem como cantinas e bares situados nas próprias instalações de saúde e que são quase exclusivamente concessionados a privados.

Foram 146 agentes controlados e sabe-se que foram instauradas 16 contra-ordenações.

Em causa estava a não observância do HACCP (em inglês no original e que quer dizer Análise de Perigos e Controlo dos Pontos Críticos). Basicamente o que a ASAE verificou foi que a comida não estava em condições de higiene e segurança alimentar, mais ainda porque a população-alvo são as pessoas que estão doentes, logo mais propensas a intoxicações alimentares.

Nas próprias instalações de saúde, a ASAE encontrou bares e cantinas que forneciam bebidas alcoólicas e que tinham cozinhas, copas e zonas de preparação de alimentos, que contrariavam todas as regras de higiene e segurança alimentar, o tal HACCP.

Duas conclusões se podem retirar desta acção de fiscalização:

- A primeira é que a ASAE está a cumprir a sua função e isso é louvável;

- A segunda é que, não fora a ASAE “preocupar-se” em executar o seu trabalho e as administrações dos estabelecimentos de saúde, onde pontificam imagine-se, médicos (!) e que provavelmente se preocupam mais com o custo das refeições que serve aos doentes, do que com a sua qualidade, nunca seriam confrontadas com a grave situação, pela qual também deveriam ser responsabilizadas.

Digo eu que quando tive a infelicidade de estar acamado num hospital, não consegui tragar uma única refeição que me colocaram à frente.*

 

*Obrigado môr, por teres levado a comidinha durante onze dias.

Patrícia Teixeira

Edmundo Gonçalves

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens